10/01/11

será que mudou alguma coisa desde 1972?

Frágeis são os homens deste país de nostalgias idênticas e medos e desânimos. Fragilidade em tentativas várias de disfarce: o desafiar touros em praças públicas, por exemplo, os carros de corridas e lutas corpo-a-corpo. Ó meu Portugal de machos a enganar impotência, cobridores, garanhões, tão maus amantes, tão apressados na cama, só atentos a mostrar picha.

em Novas Cartas Portuguesas,
de Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa
(também conhecidas por "as três marias")

2 comentários:

T disse...

Genial.

sacana disse...

mesmo. este livro está muito bom.
parece que andava perdido mas saiu há pouco tempo uma edição anotada.